História

Notícias

Postado dia 12/02/2016

História

Em 1897, um grupo de fazendeiros da região promoveu um movimento para fundação de um patrimônio, cabendo ao Capitão Jerônimo da Silveira arrecadar fundos para aquisição dos 25 alqueires de terras. Desta gleba, dois alqueires foram destinados à padroeira escolhida, Nossa Senhora Aparecida. Surgiram nessa época, as  primeiras casas, pertencentes aos senhores Albino José Pereira e ao Capitão Vicente Marçal Lima. Em 1900, um segundo movimento foi promovido para construção da capela, sendo empreiteiros os senhores Carlos Tocalino e Luiz Carlos de Macena, que foi demolida em 1917, para dar lugar à nova igreja.

Os imigrantes, italianos e portugueses, proprietários das fazendas locais, foram se concentrando em torno da capela.

Destacavam-se entre eles, os senhores João de Macena Machado, Francisco Machado de Oliveira, Antônio Machado da Silveira, Antônio Sanches Diniz Junqueira, Vicente Marçal de Lima, Manoel Joaquim de Souza Júnior, Manoel Machado e Família e Custódio da Silveira.

O nome Viradouro originou-se de uma fazenda assim denominada pela Senhora Hipólita Placidina da Silveira, mulher do Capitão Machado da Silveira, em virtude de ser a sede da fazenda, o ponto terminal de uma estrada, o que obrigava o viajante a voltar do local, já que não havia caminho para frente.

O nome estendeu se da fazenda ao povoado. O distrito de paz de Viradouro foi criado em 1906, como parte integrante do município de Pitangueiras.

A Estrada de Ferro São Paulo-Goiás, em 1913, atingiu o distrito, sendo extinta anos mais tarde pela FEPASA que a adquiriu. O município foi elevado à comarca em 1964, e instalada em 04 de abril de 1965.

História